Buscar

Práticas para a felicidade: nível espiritual

Neste texto eu citei os três fatores que murcham a sua felicidade.

São fatores que te afastam do momento presente, do seu centramento e da sua capacidade de experimentar uma felicidade mais plena, robusta e autêntica.

Agora eu cito áreas e práticas que ajudam você a ter uma vida mais significativa e plena, partindo do plano mais físico para o plano mais sutil.

Já escrevi sobre as práticas físicas, energéticas, emocionais e mentais. Agora vamos dar um passo além e falar das práticas espirituais.


Espiritualidade não é religião

Entenda religião como algo que te religa com a espiritualidade, e espiritualidade como algo que te traga sentimentos de:

  • Unidade

  • Amor

  • Graça

  • Luz e Iluminação

  • Êxtase

É algo que transcende quem você é

Os caminhos religiosos podem ajudar a encontrar essa conexão, mas eles são apenas caminhos. Existem vários.

Para o nosso propósito, acreditar ou não acreditar nisso é indiferente.

Essa conexão pode ser experimentada através das religiões sim, mas também das meditações ou mesmo de um contato mais profundo com a natureza.

Tem gente que sente essa conexão quando olha o filho dormindo, quando entra em fluxo ao fazer algo que ama ou quando vai fundo na natureza.

É pessoal, misterioso, profundo e sobretudo, é o seu processo!


Como encontrar isso?

A resposta é simples: procurando, se permitindo conectar e indo cada vez mais fundo nessa experiência.

Uma conexão que vai além de você e te leva a ir além de tudo!

Alguns exemplos, ou caminhos para explorar:


Natureza – Quem já experimentou a unidade ao contemplar uma paisagem do topo de uma montanha, viu uma cachoeira e ficou sem fôlego ou ficou sem palavras ao ver um nascer de sol no litoral sabe a conexão que a Natureza pode proporcional. Sabe que o bem que ela faz vai além da mente.

Atividade física extrema – O caminho de Santiago de Compostela é um exemplo marcante e comum.

Trilhas intensas, escaladas, jornadas que levam ao limite do físico também são exemplos que proporcionam essa unidade.

Meditação Profunda – O silêncio interior depois que se avança no caminho meditativo também proporciona esse vislumbre do que há além da própria existência.

Trabalho Voluntário – É uma prática unitiva por excelência. Te coloca em contato com aspectos e perspectivas da vida que vão muito além de você e te fazem praticar empatia e conexão. É um caminho e tanto para a paz interior.


Relacionamentos profundos - A conexão que vai além de você e do outro e te levaria ao infinito movido apenas por aquele sentimento. É algo sutil e forte, difícil de por em palavras. Me remete a amor incondicional. Quem sente, sabe.


Práticas devocionais ou religiosas - Para quem segue, a busca sincera e honesta que leva a vivenciar essa conexão também está presente nos caminhos religiosos ou devocionais. Não existe um certo e errado, nem um melhor que o outro. É muito relativo e pessoal. Quem vive essa devoção sente na pele a unidade e conexão. Lembrando: É sempre no sentido da conexão. Jamais da separação.



O que mais é possível?


Abra um espaço em seu coração para o desconhecido.

Para o mistério, para o silêncio e para o que não tem nome.

Ao abrir essa porta, uma força invisível poderá lhe tocar. Quem sabe você não se sentirá vivo? Quem sabe mais do que já sentiu até hoje?


Mas lembre-se: Espiritualidade é o Destino, e não um caminho.

Seja qual for seu caminho e sua escolha de prática, você saberá quando estiver no caminho certo. Você sentirá a diferença!

Estamos juntos nessa jornada!

Valter Floriano - Terapeuta Integral e Mestre de Reiki

https://wa.me/553198471869

www.kyoshinterapias.com

www.instagram.com/kyoshin.terapiasintegrais

www.facebook.com/kyoshinterapias

3 visualizações

© 2020 por Kyoshin. Artes geradas com Canva Pro.